Literatura de cordel

Atualizado: Ago 27



História


Surgiu em Portugal durante o trovadorismo, como poemas orais. Com o surgimento da imprensa, esses poemas passaram a ser mais amplamente difundidos e facilmente produzidos.


Se popularizou no Brasil durante a chamada República Velha. E é especialmente popular e tradicional na região nordeste.



O que é


São folhetos que tratam dos mais variados assuntos cotidianos, religiosos, políticos, históricos, etc. São chamados de "cordéis" pois eram pendurados em cordas. Geralmente são ilustrados com xilogravuras (técnica artística), uma de suas principais marcas.


Os cordéis abordam temas folclóricos e costumes regionais, sendo assim muito importantes na identidade cultural da população. No ano de 2018, a literatura de cordel foi reconhecida como Patrimônio Imaterial Brasileiro pelo IPHAN*.


Além disso, é também uma literatura mais acessível às pessoas de menos condições financeiras e com pouco acesso à alfabetização, o que a torna também uma importante forma de incentivo à leitura.



No dia 19 de novembro é celebrado o Dia do Cordelista (data de nascimento de Leandro Gomes de Barros, considerado o primeiro cordelista brasileiro).





*Para saber mais sobre o IPHAN, dá uma olhada no nosso post sobre Patrimônio Cultural.




1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo