Tudo que consumimos precisa de água em seu processo de produção, como roupa, alimento e eletrônicos. Entender o uso da água é entender o impacto do consumismo.



Conheça alguns desses gastos invisíveis:


  • Para produção de 1kg de carne, são necessários 18.000 litros de água. (Esse valor corresponde ao consumo de água de uma pessoa por 4 meses).


  • Para produção de 1kg de chocolate são necessários 17.000 litros de água. (A mesma quantidade de água usada para escovar os dentes por 18 anos).


  • Para produção de 1 jeans são necessários 10.000 litros de água. (O equivalente ao consumo diário suficiente para atender as necessidades de 80 pessoas).


Esses são apenas alguns de muitos exemplos. Essa quantidade de água é calculada levando em consideração todo processo de produção. Parte dela volta ao meio ambiente, outra parte não.


Ainda há o problema de grande parte acabar contaminando corpos d'água por não receberem o tratamento adequado.

2 visualizações0 comentário

Dia 13 de julho é comemorado o #diadorock! 🎸Por isso, trouxemos para você um post explicando um pouco da história do rock e do surgimento desse dia.





História do rock:


O rock nasceu no final da década de 40 e início da década de 50 nos Estados Unidos. Gênero musical bastante influente, surge da mistura e influência de ritmos como o blues, country, R&B e gospel, todos com raízes na cultura afro-americana.


Geralmente, quando pensamos sobre a história desse gênero musical, logo vem à nossa cabeça Elvis Presley, o "Rei do Rock". Porém, o chamado Rock and Roll já havia havia sendo produzido antes de Elvis, por artistas predominantemente negros como Chuck Berry e Rosetta Tharpe. Devido à política segregacionista da época, eles não possuíam tanto reconhecimento como Elvis (homem branco) quando começou sua carreira.





Mas Elvis foi com certeza um dos mais importantes artistas na difusão do Rock mundo à fora. A sua gravação da música "That's all right (Mama)" é muitas vezes vista como marco inicial desse gênero musical.



Com o passar dos anos, mais do que um gênero musical, o rock transformou-se em um "estilo de vida", influenciando e sendo influenciado pelo modo de viver, consumir e pensar da sociedade. Sendo especialmente popular entre os jovens e adolescentes, tornou-se a marca de uma geração jovem e rebelde.

Em mais de 70 anos, o Rock vem sofrendo mudanças, mas alguns nomes que surgiram ainda nas décadas de 60/70, são vistos como verdadeiros ícones.



Década de 60:

Uma época marcante para a história do mundo - e principalmente para a cultura ocidental, onde surgiam novas ideologias e um ativismo político ainda mais presente, sobretudo entre os jovens- foi também importante na linha do tempo do Rock.


As famosas bandas "The Beatles" e "The Rolling Stones" estouraram fazendo sucesso ao redor do mundo e adicionando novas características ao estilo musical. A chamada "Beatlemania", nos mostra bem o impacto causado em milhares de fãs no mundo todo.



Década de 70:

Período de muitas mudanças no gênero musical, na década de 70 nasceu o Punk Rock e popularizou-se o Hard Rock e Heavy Metal. Destacam-se nomes como "Black Sabbath", "Kiss" e "Led Zeppelin".









Décadas de 80/90:

Os anos 80 é considerado o auge do rock brasileiro, com artistas como Raul Seixas, Legião Urbana, Titãs e Paralamas do Sucesso. Foi quando foi criado também o festival de música Rock in Rio. Nos anos 90, popularizava-se o grunge (com nomes como Nirvana e Pearl Jam) e o britpop (bandas e cantores ingleses, como Oasis).










Surgimento do "Dia Mundial do Rock":


Foi inclusive nessa época (década de 80), em 13 de Julho de 1985, que aconteceu o Live Aid, um festival de rock organizado com o propósito de arrecadar fundos para combater a fome na Etiópia (onde cerca de 400 mil pessoas haviam morrido). Os shows aconteceram nos Estádios de Wembley (Inglaterra) e no John F. Kennedy Stadium (EUA). Grandes nomes do rock estiveram presentes no festival: David Bowie, Paul McCartney, U2, Elton John, Queen, entre outros. Phil Collins, um dos cantores a se apresentar, mencionou que desejaria que aquele fosse considerado "o dia mundial do rock". Ideia popularizada pela mídia brasileira, o dia 13 de Julho passou a ser visto no Brasil como o "Dia Mundial do Rock" (mesmo sendo comemorado apenas aqui no Brasil).

2 visualizações0 comentário


Historicamente, o termo "clássico" remete à antiguidade greco-romana, os renascentistas durante a Idade Média buscaram valorizar as obras clássicas, e se inspirarem nelas, período que ficou conhecido como Classicismo.Historicamente, o termo "clássico" remete à antiguidade greco-romana, os renascentistas durante a Idade Média buscaram valorizar as obras clássicas, e se inspirarem nelas, período que ficou conhecido como Classicismo.Historicamente, o termo "clássico" remete à antiguidade greco-romana, os renascentistas durante a Idade Média buscaram valorizar as obras clássicas, e se inspirarem nelas, período que ficou conhecido como Classicismo.Historicamente, o termo "clássico" remete à antiguidade greco-romana, os renascentistas durante a Idade Média buscaram valorizar as obras clássicas, e se inspirarem nelas, período que ficou conhecido como Classicismo.

Historicamente, o termo "clássico" remete à antiguidade greco-romana, os renascentistas durante a Idade Média buscaram valorizar as obras clássicas, e se inspirarem nelas, período que ficou conhecido como Classicismo.


Contudo, a palavra não se restringe apenas a esse movimento literário ou a um gênero, pois sabemos que há obras escritas muito tempo depois que são vistas como clássicos da literatura.


Há características que podemos destacar na "formação" de um clássico:


1. Um clássico transcende o seu tempo. Embora através dele tenhamos registros que indicam seu contexto histórico, como traços de cultura, costumes e acontecimentos marcantes, sua história não se "desvaloriza" com o passar dos anos: a cada (re)leitura o leitor pode aprender algo novo sobre o mundo e sua mensagem continua relevante.


2. Um clássico fala de sentimentos universais, comuns à todo ser humano: amor, ódio, tristeza, angústia...(essa inclusive, pode ser uma das "causas" para a característica 1.)


3. Um clássico é um livro que marca de alguma forma e influencia um gênero literário (por exemplo, os livros que foram os primeiros no gênero de ficção científica de texto).




Aqui estão alguns exemplos de livros e autores considerados clássicos:


▪︎ Machado de Assis (autor)

▪︎ Homero (autor)

▪︎ Orgulho e Preconceito (1813), de Jane Austen

▪︎ Frankenstein (1818), de Mary Shelley

▪︎ O Corcunda de Notre-Dame (1831), de Victor Hugo

▪︎ Oliver Twist (1833), de Charles Dickens

▪︎ Os três mosqueteiros (1844), de Alexandre Dumas

▪︎ A Moreninha (1844), de Joaquim Manuel de Macedo

▪︎ Jane Eyre (1847), de Charlotte Brontë

▪︎ O Morro dos Ventos Uivantes (1847), de Emily Brontë

0 visualização0 comentário